Publicado 31 de Agosto de 2021 - 11h04

Por Cibele Vieira / Caderno C

Serão dezenas de apresentações - concertos, recitais e palestras - transmitidas em lives pelo canal do YouTube Cultura Abraça Campinas - onde todos os eventos podem ser acompanhados - além de transmissões eventuais pela TV Câmara e rádios locais e da região

Divulgação

Serão dezenas de apresentações - concertos, recitais e palestras - transmitidas em lives pelo canal do YouTube Cultura Abraça Campinas - onde todos os eventos podem ser acompanhados - além de transmissões eventuais pela TV Câmara e rádios locais e da região

Setembro chega renovando a natureza e o monumento-túmulo do maestro Carlos Gomes, no Largo do Carmo, recebe suas primeiras flores. É uma das primeiras homenagens da cidade para celebrar a vida e obra do ilustre campineiro. Tradicionalmente a Secretaria de Cultura promove, em conjunto com uma comissão dedicada à preservação da memória do músico, atividades culturais durante todo o mês. Serão dezenas de apresentações - concertos, recitais e palestras - transmitidas em lives pelo canal do YouTube Cultura Abraça Campinas - onde todos os eventos podem ser acompanhados - além de transmissões eventuais pela TV Câmara e rádios locais e da região.

A abertura do Mês Carlos Gomes será 1º de setembro em live às 19h40, quando o professor da Universidade do Estado do Pará, Jonas Monteiro Arraes, fará uma palestra sobre a relação da cidade de Belém do Pará com o maestro. A live contará com a participação da secretária municipal de Cultura e Turismo de Campinas, Alexandra Caprioli e do presidente do Centro de Ciências, Letras e Artes (CCLA), Alcides Ladislau Acosta.

Entre os destaques da programação está a apresentação da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas com concerto no sábado, 4 de setembro, às 19h, tocando 14 orquestrações reduzidas das suas canções e modinhas. Segundo o regente Victor Hugo Toro são obras selecionadas entre as mais bonitas que ele compôs e que raramente são interpretadas em programas orquestrais. O concerto terá a participação de dois solistas convidados: Thayana Roverso (soprano) e Giovanni Tristacci (tenor).

Outra novidade desse mês é a volta da Orquestra do Conservatório Carlos Gomes, que se apresentará presencialmente no dia 11 de setembro às 16h, com entrada gratuita na sede do Conservatório no bairro Santa Cândida. A programação abrange ainda apresentações da Associação Brasileira de Artistas Líricos Carlos Gomes (Abal); da Orquestra Patrulheiros; da Cia Eclipse Cultura e Arte; do Conservatório Carlos Gomes e uma série de entrevistas com historiadores e membros da Academia Campinense de Letras pretende relembrar a importância do músico campineiro pela Rádio Educativa.

Outro destaque é o Concurso Estímulo para Cantores Líricos (promovido pelo CCLA), um dos mais concorridos do gênero no País. Ele estimula e revela jovens talentos artísticos (entre 18 e 35 anos) no campo da música lírica, além de contribuir para a divulgação das obras do compositor campineiro. Além a transmissão de um recital de músicas gomesianas diretamente do palco do Theatro da Paz de Belém do Pará.

Setembro gomesiano

O maestro faleceu no dia 16 de setembro de 1896 e, para difundir a obra e o vasto material deixado pelo compositor, foi criado o mês de atividades em setembro, que ocorre desde 2014 (Lei Municipal Nº 14.909). "É sempre importante celebrar Carlos Gomes, maior referência na música e na cultura de nossa cidade, maestro e compositor que levou Campinas e o Brasil para o mundo. Reservar o mês todo em sua homenagem é manter viva a história do músico e também lembrar do nosso passado cultural, que se manifesta principalmente nos concertos da Sinfônica", disse a secretária municipal de Cultura e Turismo, Alexandra Caprioli.

Ilustre maestro

Antonio Carlos Gomes nasceu em Campinas, em 1836, e morreu em Belém, em 1896. Foi compositor de óperas e dedicou a maior parte de sua produção musical a este gênero. Começou a estudar música com o pai e continuou os estudos no Conservatório do Rio de Janeiro. Ganhou uma bolsa de estudos e foi para a Europa, em Milão, na Itália, onde se diplomou. Em março de 1870, a sua ópera mais famosa, O Guarani, estreou no Teatro Scala de Milão e, da Itália, a obra ganhou fama na Europa e consagrou Carlos Gomes como o maior gênio musical das Américas.

Carlos Gomes ficou conhecido por Nhô Tonico, apelido com o qual assinava suas dedicatórias. Doente e com dificuldades financeiras, ele teve que voltar ao Brasil em 1892. Foi para Belém, período em que ocupou o cargo de diretor do Conservatório de Música na capital do Pará, onde morou até morrer, no dia 16 de setembro de 1896.

Como será a primeira semana

01/09 - Quarta-feira

19h30/20h30 - Live de abertura e gravações de música com João Gabriel Bertolini e Vera Pessagno, pelo Canal Cultura Abraça Campinas

02/09 - Quinta-feira

19h - serão disponibilizados dois vídeos: a apresentação da Associação Brasileira de Artistas Líricos Carlos Gomes (ABAL), com canções e árias do maestro e a da Cia Eclipse Cultura e Arte, com abertura da ópera A Noite do Castelo. Ambos disponíveis pelo Canal Cultura Abraça Campinas

03/09 - Sexta-feira

19h - reapresentação da Semana de Canto no II Festival Internacional Carlos Gomes (16 de Julho de 2010) - Cesar Kalau apresenta a canção Pensa, pelo Canal Cultura Abraça Campinas

04/09 - Sábado

11h - Vera Pessagno apresenta Hinos & Marchas de Carlos Gomes pela Rádio Brasil de Campinas (AM-1270)

19h - Apresentação da Orquestra Sinfônica pela TV Câmara e Canal Cultura Abraça Campinas

05/09 - Domingo

Vera Pessagno apresenta Hinos & Marchas de Carlos Gomes às 8h30 pela Rádio Cultura de Amparo (FM-88,5), às 12h pela Rádio Brasil de Campinas (AM-1270) e às 21h30 pela Rádio Educativa de Campinas (FM-101,9). E às 17H30 os Trechos da Ópera O Guarany, pela TV Comunitária de Campinas (Canal 8 da Net).

19h - Apresentação da Orquestra Patrulheiros, pelo Canal Cultura Abraça Campinas

Escrito por:

Cibele Vieira / Caderno C