Publicado 18 de Setembro de 2021 - 8h40

Por Ângelo Barioni/ Correio Popular

Embora o assunto seja tratado com cautela, a comissão técnica da Seleção e a diretoria da CBF estão em sintonia quando concluem que caberia aos jogadores convocados pelo técnico Tite todo esforço possível para que fossem liberados por seus clubes. Quem não demonstrar isso pode estar jogando fora a oportunidade de disputar a Copa do Mundo do Catar, em 2022. Houve problema recente com clubes ingleses que não cederam os jogadores para compromissos do Brasil com Chile, Argentina e Peru,

Liberação 2

A comissão técnica entende que vários atletas ficaram numa situação delicada diante da posição de seus respectivos clubes. Mas Tite é de opinião que os jogadores devem fazer de tudo, e mesmo peitar os dirigentes de seus clubes, a fim de garantir presença na Seleção brasileira. Auxiliares do treinador pensam do mesmo modo. Na CBF, não é diferente. A entidade é de opinião de que os jogadores deveriam desafiar os que criam obstáculos à apresentação.

Em dia

O Guarani está religiosamente em dia com elenco, comissão técnica, estafe e funcionários. O Bugre deve quitar, a partir da próxima segunda-feira, os direitos de imagem dos jogadores referente ao mês de agosto. O vencimento está previstopara o dia 20 de setembro.

Compromisso

Desde o início desta temporada, apesar dos impactos provocados pela pandemia de Covid-19, o Guarani tem honrado todos os compromissos dentro do prazo previsto, o que tem sido fundamental para 'conquistar' colaboradores que trabalham no Brinco de Ouro da Princesa.

Sem recurso

A Ponte Preta ainda não recebeu nenhum centavo pelas duas negociações envolvendo Emerson Royal na última janela internacional de transferência. A Macaca espera ver na conta, entre o fim de setembro e o início de outubro, os depósitos de Barcelona e Tottenham.

Desconfiança

Internamente, no Moisés Lucarelli, não há grande otimismo pela quitação dos valores do clube espanhol, em grave crise financeira - as cifras são inferiores a R$ 1 milhão. A Ponte Preta tem direito a 1,44% das negociações graças ao mecanismo de solidariedade da Fifa.

Consenso

São Paulo e Daniel Alves chegaram a um acordo para a rescisão de contrato do atleta, que tinha vínculo até 2022. Após episódios polêmicos e conturbados, o jogador usou suas redes sociais para se pronunciar sobre a saída e agradecer ao clube.

Focado

O Santos se concentra em recuperar sua confiança para terminar bem o Brasileirão e ter esperanças para 2022. Eliminado nas principais competições do ano, como Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores e Sul-Americana, o time paulista tem apenas a competição nacional para encerrar a temporada de forma digna.

Animado

Sentindo-se cada vez mais em casa, Piquerez avalia de maneira positiva a sua adaptação no Brasil e no clube palestrino. Segundo o lateral, o Palmeiras é um time que tem que ganhar sempre, independente de quem seja o adversário.

Completo

Finalmente, a torcida do Corinthians poderá ver Giuliano, Renato Augusto, Róger Guedes e Willian juntos entre os relacionados para enfrentar o América-MG, no próximo domingo, na Neo Química Arena. O quatro treinaram juntos nessa sexta-feira.

Punição

O Fluminense pode ser punido pela Fifa e ficar impedido de registrar reforços e perder pontos no Brasileirão. Isso porque o time foi condenado a pagar uma dívida com o STK Samorin, da Eslováquia. Os clubes mantiveram uma parceria por anos.

Prejuízo

Dois dos mais tradicionais e ricos clubes do mundo, Manchester United e Juventus anunciaram nesta sexta-feira que tiveram prejuízo financeiro nos últimos 12 meses em consequência do novo coronavírus. Na Inglaterra, o Manchester United anunciou prejuízo financeiro líquido de R$ 668,3 milhões. Já na Itália, a Juventus apresentou um prejuízo de R$ 1,3 bi, o que fez a dívida líquida do clube subir para cerca R$ 2,4 bi. Segundo os dirigentes dos clubes, foi um dos anos mais complicados da história dos times.

Escrito por:

Ângelo Barioni/ Correio Popular